EBENÉZER

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Barão de Penedo, 248

São Paulo - SP

Alguma dúvida?

(11) 2606-4919

Envie um e-mail

comercial@bsgservicos.com.br

Câncer de próstata é a 2ª maior causa de morte entre homens

INCA ESTIMA QUE BRASIL REGISTRARÁ MAIS DE 65 MIL NOVOS CASOS DE CÂNCER DE PRÓSTATA EM 2020

Doença silenciosa, o câncer de próstata deve ser diagnosticado em 2016 em mais de 60 mil homens no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Este é o segundo tipo de câncer mais comum para o sexo masculino, atrás apenas do de pele não-melanoma.

Neste mês, a doença é lembrada durante a campanha Novembro Azul. Criada em 2011, a ação tinha inicialmente o objetivo de alertar sobre a gravidade do câncer de próstata e a importância dos exames preventivos. Mais recentemente ampliou-se o sentido, como um alerta também sobre a necessidade de os homens realizarem consultas médicas preventivas e cuidarem mais da saúde.

Historicamente, eles vão menos aos consultórios, o que faz com que muitas enfermidades só sejam diagnosticadas em estágio avançado, dificultando muito o efeito dos tratamentos e podendo levar a um maior número de óbitos.

É o que ocorre com o câncer de próstata. A doença não costuma mostrar sinais até que esteja em estágio bastante avançado.

Isso faz com que seja o segundo principal tipo de câncer, e o que mais leva os homens a óbito, atrás apenas do de pulmão”, alerta Gustavo Cardoso Guimarães, cirurgião oncologista e diretor do Departamento de Urologia do A.C.Camargo Cancer Center.

Alterações na região são mais comuns após os 50 anos, quando o exame preventivo deve começar a ser feito anualmente, mas ainda há muita desinformação e receio em relação aos procedimentos, como o toque retal.

É preciso sensibilizar os homens sobre a importância do exame preventivo. A consulta com o urologista inclui uma conversa prévia com o médico, que irá alertar sobre a importância do exame, riscos e consequências”, explica o especialista.

O exame de toque permite sentir possíveis alterações na glândula, que nem sempre são cânceres. No caso de um tumor ser localizado, quando diagnosticado em estágio inicial, há uma maior possibilidade de tratamentos, menos invasivos e com menos sequelas.

O exame não machuca, não dói e demora apenas uns minutinhos. Ou seja, não há motivos para correr o risco de ter uma doença tão letal por falta de prevenção. Também faz parte do diagnóstico uma coleta de amostra de sangue para dosagem de uma proteína, o PSA.

Pessoas com caso de câncer de próstata na família devem começar o preventivo antes, com 40 anos, e as pessoas obesas e sedentárias, a partir dos 45.

Quando em estágio avançado, muitas vezes apenas a cirurgia é possível, e, apesar de hoje já ter evoluído muito, ainda pode levar a casos de incontinência urinária e impotência. Além disso, o paciente fica mais suscetível à metástase, quando o câncer se espalha para outros órgãos.

Ainda não foi identificada a causa principal que leva alguns homens a desenvolverem câncer de próstata, mas já se sabe hoje que vida sedentária, obesidade e uma dieta rica em muita gordura e proteína aumentam a probabilidade de desenvolver a doença.

Fatores de risco

• A idade é um fator de risco importante, uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos.

• Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

• Excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado.

• Exposições a aminas aromáticas (comuns nas indústrias química, mecânica e de transformação de alumínio) arsênio (usado como conservante de madeira e como agrotóxico), produtos de petróleo, motor de escape de veículo, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), fuligem e dioxinas estão associadas ao câncer de próstata.

Diagnóstico

O câncer de próstata pode ser detectado por meio da investigação, com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença (diagnóstico precoce), ou com o uso de exames periódicos em pessoas sem sinais ou sintomas (rastreamento), mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença. No caso do câncer de próstata, esses exames são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

Sintomas

Os sinais e sintomas do câncer de próstata são:

• Dificuldade de urinar

• Diminuição do jato de urina

• Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite

• Sangue na urina

Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados por um médico.

O tratamento também evoluiu bastante nos últimos anos, com métodos menos invasivos e com mais opções de tratamento para os diferentes estágios do tumor, o que significa menor impacto na qualidade de vida do paciente e maior chance de controle da doença.

É preciso mudar a cultura do homem de não cuidar da saúde. Quanto antes qualquer doença for identificada, menor tende a ser sua gravidade, maiores são as opções de tratamento e melhor a recuperação”, conclui o oncologista.

Fontes: https://bit.ly/35Z7v2m , https://bit.ly/32bE4c7

Últimas matérias

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

Orcamento

Solicite seu orçamento abaixo  ou ligue no telefone (11) 2268-4893.