EBENÉZER

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Barão de Penedo, 248

São Paulo - SP

Alguma dúvida?

(11) 2606-4919

Envie um e-mail

comercial@bsgservicos.com.br

Manutenção Preditiva: o que é, como funciona, vantagens e dicas

A manutenção preditiva está associada às práticas de manutenção com caráter preventivo e antecipado de todo o aparato físico utilizado nas operações. Na prática, a manutenção preditiva é uma metodologia de manutenção que tem um maior apelo para a prevenção de danos e previsibilidade de falhas.

manutenção preditiva é uma necessidade na era da indústria 4.0.

Afinal, em um contexto de intensa demanda por consumo de produtos e serviços, o setor industrial tem sido estimulado a se desenvolver cada vez mais. E as táticas de proteção e manutenção do maquinário são indispensáveis!

Na verdade, a manutenção preditiva contribui diretamente para a eficiência operacional do chão de fábrica, reduzindo custos, erros e atrasos no fluxo produtivo.

E, aos poucos, sua eficiência em detrimento de outras estratégias vem sendo notada.

Essa ascensão tem um motivo: a manutenção preditiva tem excelente aderência em fábricas modernizadas, porque é tecnicamente mais flexível que outros conceitos.

A manutenção preditiva atua de forma a implementar uma cultura de monitoramento constante dentro do chão de fábrica.

Assim, é possível controlar e remediar danos comuns da rotina fabril, reduzir custos e maximizar a produtividade.

Para deixar claro o impacto positivo que a manutenção preditiva tem no contexto da indústria, preparamos este material abordando o conceito, como ele se aplica na prática e suas vantagens.

O que é a manutenção preditiva?

Na indústria, a manutenção preditiva está associada às práticas de manutenção com caráter preventivo e antecipado de todo o aparato físico utilizado nas operações.

Na prática, estamos falando de uma metodologia de manutenção que tem um maior apelo para a prevenção de danos e previsibilidade de falhas.

Pode ser feita através de um monitoramento periódico por meio de análise de vibração, ultrassom, inspeção visual ou técnicas de análise não destrutivas.

Ou seja, não necessariamente precisa ser estabelecido um calendário fixo de inspeções.

A manutenção preditiva funciona através de uma cultura de monitoramento constante — adotada por funcionários, operadores do maquinário e técnicos em manutenção.

É flexível pois pode ser fruto do reflexo de um desses profissionais (como: notar ruídos anormais no motor de um torno mecânico e acionar os técnicos), ou mesmo estar incorporado em uma rotina de inspeções diárias, semanais ou mensais, tudo isso a depender do segmento, do equipamento e do modelo de negócio.

Além disso, a manutenção preditiva pode estar intrinsecamente ligada com as tecnologias de monitoramento utilizadas na fábrica.

Afinal, além das inspeções, são os dados de cada máquina que informam seu estado.

Quer um exemplo?

Sensores inteligentes podem mapear os níveis de temperatura de certas máquinas, alertando automaticamente quando os números subirem de forma alarmante.

Assim, é possível gerenciar todo o ciclo de vida das máquinas e a sua operação, de modo a estabelecer um cronograma rígido e preciso de intervenções.

Na indústria 4.0 esse ponto é ainda mais vital, já que as fábricas tendem a trabalhar para atender a inúmeras demandas.

Precisam, por exemplo, cumprir cronogramas apertados de fornecimento.

Para isso, é necessário ser altamente eficaz em seus processos.

Qualquer falha em sua produção pode interferir na capacidade de atendimento das demandas, causando impactos em toda uma cadeia de fornecimento e no consumidor final.

As técnicas de manutenção preditiva são empregadas justamente para aumentar a eficiência da produção.

Com essa solução, os gestores podem identificar quaisquer riscos de ruptura na produção originados por falhas em máquinas, garantindo mais controle e performance.

Qual é o objetivo da manutenção preditiva?

A manutenção preditiva possui o objetivo principal de antecipar e encontrar a raiz de problemas em máquinas e equipamentos. Ou seja, mesmo antes de se tornarem problemas potenciais, agindo quando ainda somente se encontram sintomas.

Isso é possível graças ao seu modo de aplicação, por meio de monitoramento constante.

Por que, muito além do olhar, do tato e do olfato do operador da máquina ou do técnico, a manutenção preditiva leva muito em conta a coleta de dados.

Isso, além de trazer uma série de benefícios para a produtividade, também é uma forma de colocar os colaboradores como protagonistas, aumentando o engajamento dos mesmos.

Por isso, a tecnologia ocupa um espaço privilegiado em sua implementação e aplicação no chão de fábrica.

Além disso, de acordo com a McKinsey a manutenção preditiva pode reduzir o tempo de inatividade da máquina de 30% a 50% e aumentar a vida útil da máquina de 20% a 40%.

Entre outros pontos importantes, a manutenção preditiva busca:

  • Evitar paradas forçadas;
  • Aumentar a confiabilidade no maquinário;
  • Eliminar a necessidade de manutenção corretiva;
  • Maximizar o tempo disponibilidade do maquinário;
  • Potencializar a vida útil de máquinas e equipamentos;
  • Evitar necessidade de reparos ou desmontagem de equipamentos;
  • Descobrir potenciais falhas que possam interromper a produção. 

Com isso, se a estratégia de manutenção preditiva for aplicada com sucesso e de maneira contínua, a chance de intervenções que prejudiquem a produtividade é muito baixa.

Como funciona uma manutenção preditiva?

A manutenção preditiva é uma estratégia baseada no monitoramento técnico do maquinário.

É feita toda uma análise sobre o equipamento, desde suas condições, seu nível de performance e os sinais perceptíveis (e às vezes imperceptíveis) que emite.

O objetivo, com isso, é coletar informações minuciosas sobre o estado da máquina.

Para tanto, realiza-se uma série de técnicas que vão servir de lupa para que operadores e responsáveis possam classificar as ameaças, sintomas e possíveis patologias do equipamento.

Conclusão

Por fim, como foi possível perceber, a manutenção preditiva é um conceito em total consonância com a indústria 4.0.

Em um mercado representado pela competitividade extrema e pelas altas demandas, estabelecer um fluxo operacional consistente na indústria pode ser o que determina a continuidade ou não de uma empresa.

Afinal, com isso sua empresa consegue seguir rigorosamente os prazos estipulados e garantir maior confiabilidade com seus clientes. 

Fonte: https://bit.ly/3uCWqQt

Últimas matérias

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

Orcamento

Solicite seu orçamento abaixo  ou ligue no telefone (11) 2606-4919.