EBENÉZER

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Barão de Penedo, 248

São Paulo - SP

Alguma dúvida?

(11) 2606-4919

Envie um e-mail

comercial@bsgservicos.com.br

O que é armazenagem e estocagem? Entenda as diferenças entre essas duas atividades logísticas!

Saber o que é armazenagem e estocagem, apesar de ser um conhecimento imprescindível para os gerentes logísticos, é comum que alguns profissionais tenham dúvidas básicas sobre o tema e, por esse motivo, preparamos este post.

Os estoques e os armazéns são elementos essenciais para o desenvolvimento da logística e também representam um ponto de muita atenção para os profissionais da área. Por isso, entender todos os detalhes que dizem respeito a eles é o primeiro passo para uma logística de excelência.

O que é armazenagem e como ela contribui para a empresa?

O conceito clássico sobre o que é armazenagem diz que ela é o ato ou efeito de armazenar produtos e mercadorias que sofrem movimentações constantes para atender às demandas da empresa. Tecnicamente, ele não está incorreto, mas é limitado para os dias atuais.

Muito mais do que apenas colocar produtos em algum lugar, essa é uma estratégia vital para as empresas contemporâneas. Sua importância é indiscutível, principalmente porque ela pode contribuir de maneira significativa para o crescimento empresarial.

Em outras palavras, um negócio que tem uma armazenagem ineficiente pode ter toda a sua cadeia de suprimentos prejudicada e enfrentar muitas perdas e prejuízos. Daí a grande necessidade de investir na qualidade dessa etapa logística.

O que é estocagem e como ela contribui para a empresa?

A estocagem pode ser conceituada, de maneira simples e didática, como o ato de desenvolver ou criar estoque. Trata-se de mais uma estratégia logística vital para qualquer negócio — independentemente do porte ou segmento de atuação.

Quer saber qual é o seu real papel no processo de crescimento empresarial? Todo gerente logístico sabe que ela é fundamental para a cadeia logística e de produção.

Portanto, a estocagem faz parte das maiores e mais relevantes estratégias empresariais. Sem processos eficientes nessa área, dificilmente um negócio prospera e ganha espaço no mercado.

Quais são as diferenças entre armazenagem e estocagem?

Após compreender melhor os dois conceitos, podemos apontar as diferenças básicas entre essas duas etapas logísticas. Aliás, é interessante enfatizar que a confusão que fazem entre esses dois conceitos se deve ao fato de que o armazém é o local que recebe o estoque.

O conceito de estoque, portanto, está atrelado ao ato de guardar produtos, ao passo que o armazém é um local que pode receber inúmeros estoques, inclusive de empresas diferentes — como ocorre em um Centro de Distribuição (CD).

Como, na prática, esses dois conceitos estão relacionados à ação de alocar produtos e materiais, a confusão ocorre porque as diferenças básicas são ignoradas e, porque é adotada uma visão superficial sobre o significado desses dois termos.

Além disso, podemos destacar algumas vantagens em contratar os serviços de armazenagem ou estocagem:

Redução de custos

Todo gestor de logística sempre vai ter uma meta constante e frequente em seu trabalho: conseguir reduzir custos operacionais. Afinal, esses gastos estão presentes em qualquer operação e o único jeito é conseguir administrá-los e controlá-los.

Mas onde um sistema de armazenagem pode contribuir para isso? Simplesmente, em tudo! Imagine, por exemplo, que chegue um pedido grande em sua empresa, porém seu estoque não está muito organizado, além de, basicamente, funcionar de forma manual.

Então, para pegar determinado produto na prateleira, é necessário retirar outro da frente (para depois realocar no mesmo lugar), separar manualmente, conferir e expedir.

Percebe o quanto isso pode levar tempo, quantas pessoas e equipamentos precisam estar envolvidas, quais os riscos de acidentes e erros? No fim, tudo isso pode gerar custos e ineficiência para os processos! 

Portanto, é essencial otimizar, ao máximo, o sistema de armazenagem e estocagem, para garantir melhores desempenhos.

Organização

Ao longo do texto, falamos também que um armazém eficiente está muito mais relacionado à organização do que, propriamente, ao seu tamanho. Ou seja, um bom sistema de armazenagem é aquele que consegue otimizar todos os processos no espaço disponível, independentemente da sua metragem.

Por exemplo, um galpão único, se bem planejado, pode servir para estocar diferentes produtos, ser desenhado para garantir mais mobilidade e movimentação de pessoas, equipamentos e itens, além de garantir uma capacidade ideal de estocagem, mesmo sendo menor.

Tudo isso é possível graças a organização e planejamento dos espaços, em especial, quando se adota a verticalização do estoque. Por exemplo, mezaninos industriais e estruturas fixas podem aumentar a capacidade e melhorar o layout do armazém, apenas com a criação de novos setores, sem necessariamente, precisar construir um novo armazém ou fazer obras.

Eficiência

Outra vantagem de investir em sistemas de armazenagem é a eficiência gerada em seus processos. Por exemplo, aproveitando o mesmo exemplo dado no tópico de “redução de custos”, quando a empresa insiste em métodos manuais, a probabilidade de erros e falhas tende a ser maior sempre, além de as etapas, geralmente, serem mais lentas.

Ou seja, basta comparar, por exemplo, um processo de picking manual, no qual o operador precisa se dirigir até a prateleira, encontrar o produto, usar uma empilhadeira e carregá-lo.

Agora, imagine o mesmo processo quando se conta com carros automáticos, elevadores e esteiras para separar o produto? Certamente, ele ganharia mais rapidez, agilidade e segurança, o que faz com que seus colaboradores possam realizar outras atividades mais produtivas.

Segurança

Por fim, um bom sistema de armazenagem, além de trazer mais eficiência, organização, redução de custos e desempenho, também proporciona um fator fundamental para a empresa: a segurança da operação.

Quanto mais manual o trabalho, maiores são as possibilidades de acidentes e falhas, concorda? Isso afeta tanto a integridade dos produtos, como, principalmente, a segurança e a vida dos funcionários.

Por exemplo, os sistemas de picking automatizados são muito mais seguros do que um operador em sua empilhadeira, movimentando cargas altas e pesadas. Um pallet de aço também garante muito mais estabilidade do que os convencionais de madeira, além de evitarem mofos, quebras e facilitarem a higiene do local.

Enfim, equipamentos e sistemas de armazenagem garantem muito mais segurança às operações de estocagem e evitam que possíveis acidentes venham a ocorrer.

E então? Conseguiu entender o que é armazenagem e quais são as principais diferenças com a estocagem? Conforme mencionamos, essas duas estratégias têm uma importância muito grande para o desenvolvimento empresarial.

Não importa o tamanho de sua empresa, tampouco o volume de produtos que são manuseados, é preciso ter cuidado e atenção ao estruturar seus estoques e armazéns, para garantir a eficiência dos processos e a melhor experiência aos seus clientes.

Fonte: https://bit.ly/3wzlCZz

Últimas matérias

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

“EBENÉZER”

“Até aqui nos ajudou o SENHOR!”

Telefone

(11) 2606-4919

Email

comercial@bsgservicos.com.br

Localização

Rua Barão de Penedo, 248
São Paulo -SP

Venha trabalhar conosco

Envie seu currículo para rh@bsgservicos.com.br

Criado por iResult.com.br

Orcamento

Solicite seu orçamento abaixo  ou ligue no telefone (11) 2606-4919.